MISSÕES

 Missão é feita de três formas: pés que vão, joelhos que se dobram e mãos que ajudam.

Joelhos que se dobram: Oração é uma forma de fazer missões. Desde a época de Enos, patriarca filho de Sete, neto do primeiro casal da humanidade, Adão e Eva, a oração passou a ser parte integrante da atividade humana e é fundamental na vida cristã. Através da oração vidas se entregam a Cristo, acontecem livramentos, curas, libertações, transformações e problemas são resolvidos.

Cl 4: 2 Perseverai na oração, velando nela com ações de graças,; 3 orando ao mesmo tempo também por nós, para que Deus nos abra uma porta à palavra, a fim de falarmos o mistério de Cristo, pelo qual também estou preso,; 4 para que eu o manifeste como devo falar.

Informações sobre alguns países.

 

Nigéria

Localização: Centro-oeste da África

População: 115 milhões de habitantes

Religiões: 40% muçulmanos; 10% religiões tradicionais; 22,4% evangélicos

A Nigéria ocupa o 36º lugar na classificação de países perseguidos. As estatísticas que temos são estimativas; os muçulmanos dizem ser mais de 60% no país. Há liberdade religiosa, mas, após a independência, em 1960, a maioria dos governos deu tratamento preferencial ao islamismo e perseguiu os cristãos. Em alguns lugares, por causa de conversões de muçulmanos a Cristo, igrejas têm sido destruídas. A tentação dos cristãos é revidar com violência. Os hausa, a maior etnia não alcançada da África, predomina no norte do país. Oremos pelos Nigerianos. 

Eritréia

Localização: Nordeste da África

População: 3,4 milhões, divididos em 9 grupos étnicos (os maiores são os tigrinyas, cunamas e sahos)

Principais Religiões: 51% islâmismo; 46,1% cristãos (1,5% evangélicos; 4,6% católicos; 40% ortodoxos)

A Eritréia é um país montanhoso e praticamente desértico. Um de seus maiores atrativos é o arquipélago de corais Dahlak, rico em animais marinhos. O clima também é contrastante: nas regiões mais altas, o frio chega a –17°C, enquanto que em outras áreas o calor passa dos 50°C. Durante 30 anos a nação da Eritréia foi devastada pela guerra e pela seca. Desde 1993 conseguiu sua independência da Etiópia, mas até hoje enfrenta problemas com os fundamentalistas muçulmanos que querem fazer a revolução islâmica nos países do Norte da África. Quem não aceita suas doutrinas é exterminado. Os cristãos, principalmente os que moram nas áreas rurais, sofrem grandes perseguições. As congregações têm sido espalhadas e os programas sociais e de evangelismo foram interrompidos. Muitas denominações com título de cristãs não tem um compromisso sério com o Senhor Jesus.

QUAL É A NOSSA RESPOSTA AO MUNDO DE HOJE?

Diante dos acontecimentos mundiais e de todas as conseqüências que tais acontecimentos geraram no mundo, fica para nós, igreja do Senhor Jesus Cristo, uma reflexão séria e um desafio ainda maior.

Vemos o mundo chamando por paz, nações mobilizando-se contra o terrorismo, redes de investigação e exércitos se unindo.

Multidões de diferentes países marchando em ruas e praças contra a violência. Líderes religiosos unindo-se em cultos ecumênicos e sem programas de entrevistas, pegando a paz e condenando o fanatismo religioso.

Todos estes acontecimentos estão diariamente diante de nós. Vemos um mundo em crise gritando pela paz.

Ao ver tais acontecimentos, fica uma pergunta em nosso coração. Será que nossa participação como igreja evangélica, diante de tão grande crise e clamor, é somente estar presente nestes cultos ''ecumênicos''? Será que a única coisa que temos a dizer ao mundo é que também desejamos a paz?

A verdade é que a resposta a estas perguntas nós já temos. Sabemos que não é essa a nossa resposta ao mundo. Temos consciência e convicção de que só Jesus Cristo é capaz de transformar a humanidade. Temos a certeza que o problema do homem não está simplesmente na política, na religião, na economia globalizada ou na pobreza, mas sim no coração.

Um coração longe de Deus, um coração endurecido pelo pecado, o qual só poderá ser transformado pela ação restauradora e transformadora de Jesus Cristo. Ele é o único capaz de mudar a essência do homem, fazendo dele um novo ser, imagem e semelhança de Deus.

Nós como igreja evangélica, igreja de Cristo, temos esta firme convicção, Jesus é a resposta para o mundo de hoje.

A nossa realidade é ainda mais triste. Enquanto vemos nações, povos, multidões, unindo-se para fazer algo (coisas que às vezes eles mesmos não sabem ao certo que conseqüência trará para o futuro); nós, igreja do Senhor que temos a verdadeira resposta, não conseguimos sequer estar juntos.

Somos um povo desunido, dividido por nossas mesquinhas diferenças, pelo nosso orgulho denominacional, por nossos legalismos, por nossa sede de poder e por tantas outras coisas tão pequenas, mas capazes de nos deixar tão longe uns dos outros. E o mais triste, longe de nossa tarefa mais importante: Anunciar a Cristo Jesus.

Enquanto estamos muitas vezes lutando entre nós mesmos, existe um mundo em crise que caminha para uma eternidade longe de Deus.

Amados, é hora de anunciarmos a paz entre nós mesmos, é hora de pararmos de pecar, é hora de mudar a história da igreja; é hora de unirmos nossas forças, de levarmos ao mundo a resposta que eles tanto necessitam.

Este é o momento de juntos, num esforço missionário, pregarmos a cruz, a Cristo Jesus Nosso Senhor e Salvador, a um mundo perdido.

Como disse Paulo: ''como ouvirão se não há quem pregue, e como pregarão se não forem enviados''. (Rm 10:14-15).

Você e eu somos responsáveis por esta geração, por nossa geração. Nós somos chamados por Deus para fazer algo, para mudarmos a história de vidas, povos e nações.

O que você tem feito com respeito a isto?

Qual tem sido a sua resposta ao Ide de Jesus? (Mt. 28:19-20).

Qual será sua resposta diante do Pai?